Programa de extensão promove empreendedorismo social para beneficiar comunidades capixabas

Estimular o estudante a entender as diferentes realidades sociais e a participar ativamente em projetos que possam fazer a diferença na vida de pessoas e comunidades é a premissa do programa de extensão Enactus Ufes Vitória, tema desta semana da série de reportagens sobre as ações extensionistas registradas no Portal de Projetos da Pró-Reitoria de Extensão (Proex). Contando com estudantes dos campi de Goiabeiras e de Maruípe, o programa foi um dos 26 finalistas da edição 2020 do Prêmio de Mérito Extensionista Maria Filina. A série de reportagens sobre ações de extensão da Ufes vai ao ar todas as quintas-feiras no portal da Ufes.

A Enactus é uma organização internacional sem fins lucrativos que atua com foco no empreendedorismo social em parceria com projetos universitários. A equipe Enactus Ufes Vitória surgiu em março de 2019, sendo o terceiro time a ser formado no Espírito Santo e o segundo da Ufes. Composta por 13 estudantes de diversos cursos de graduação, realiza projetos que têm como base os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), dentre os quais estão Erradicação da pobreza; Saúde e bem-estar; Educação de qualidade; Trabalho decente e crescimento econômico; Redução das desigualdades; e Parcerias e meios de implementação.

O coordenador do programa de extensão é o professor Wander Demonel, do Departamento de Engenharia de Produção (DEP). Ele destaca que o papel dos times Enactus é enxergar oportunidades em meio a problemas, transformando ideias em ações e ações em oportunidades, por meio do empreendedorismo. “O objetivo da Enactus Ufes Vitória é levar os conhecimentos adquiridos dentro da Universidade para beneficiar a comunidade, pilar fundamental da extensão, por meio de projetos, possibilitando uma melhora na qualidade de vida nos âmbitos social, econômico e ambiental”, explica.

A Enactus Ufes Vitória cria e desenvolve projetos que visam solucionar problemas e gerar oportunidades sustentáveis de desenvolvimento socioeconômico local ou regional, que possam ser replicados ou estendidos a outras regiões com realidades semelhantes. “São áreas muitas vezes pouco assistidas pelas políticas públicas e que possuem poucas oportunidades de melhoria de vida”, lembra o coordenador.

Ações

As ações da Enactus Ufes Vitória são desenvolvidas na região de Jesus de Nazareth e na comunidade de São Pedro, em Vitória. Em Jesus de Nazareth, o programa busca valorizar a cultura e apresentar o lugar para a população capixaba, realizando trabalhos que envolvem capacitação para o mercado, com oferta de cursos que apresentam conceitos de gestão de equipes, de finanças e de marketing.

Em São Pedro, a equipe desenvolve o projeto de extensão Pequenos Negócios, Grandes Mulheres (PNGM), cuja ideia é possibilitar independência financeira para mulheres vítimas de violência doméstica.

Demonel destaca que, embora os projetos da Enactus Ufes Vitória tenham um viés social e, em sua maioria, não visem ao lucro, as ações não têm como objetivo o mero assistencialismo: “Pelo contrário, o intuito é criar mecanismos através de iniciativas empreendedoras e abrir caminhos para que as soluções de problemas crônicos sociais sejam consistentes e autossuficientes, com forte envolvimento e coparticipação da comunidade local”.

A estudante de Engenharia de Produção Brenda Schulz é a líder da equipe Enactus Ufes Vitória. Para ela, a importância das atividades do time nas comunidades está em fazer da ação empreendedora uma ferramenta que transforma vidas. “Essa transformação acontece tanto para as pessoas atendidas quanto para nós, alunos, que desenvolvemos valores para nos tornarmos verdadeiros líderes”, diz.

Pandemia

A partir de março de 2020, com a suspensão das atividades presenciais nos campi da Ufes em decorrência da pandemia do novo coronavírus, as ações do time em São Pedro foram paralisadas e, em Jesus de Nazareth, foram reformuladas. Assim, após verificar o aumento do descarte incorreto dos resíduos plásticos na comunidade durante a pandemia, a equipe criou o negócio social Roka e passou a realizar visitas semanais às casas do bairro para colher relatos sobre descarte de resíduos. “A Roka busca inserir a economia circular por meio de um esquema de bonificações aos moradores, atendendo demandas da comunidade por um sistema de coleta seletiva, ao mesmo tempo em que promove o comércio local. Durante as visitas, tomamos todas as precauções para evitar a propagação da covid-19”, explica a estudante de Fonoaudiologia Letícia Pontes, responsável pela análise de dados da Roka.

Em outra ação, a Enactus Ufes Vitória desenvolveu a campanha A gente não quer só comida, com o objetivo de arrecadar valores em dinheiro cujo montante é revertido em kits de limpeza e higiene, que são entregues nas comunidades de São Pedro e de Jesus de Nazareth durante o isolamento social.

Resultados

Desde sua criação, a Enactus Ufes Vitória vem participando de diversos eventos, colecionando bons resultados em competições nacionais e internacionais. A mais recente conquista aconteceu no dia 1º de abril, quando, após competir com 136 equipes de 21 países que enviaram 176 projetos para a Race to Rethink Plastic (corrida para repensar o plástico, em tradução livre), a Enactus Ufes Vitória foi selecionada para o Top 48, apresentando o negócio social Roka. O desafio, patrocinado pelas marcas Coca Cola, Dell e Hi-Cone, visa incentivar equipes universitárias ligadas à organização Enactus a cumprir os ODS por meio de seus projetos, gerando impacto positivo na crise dos resíduos plásticos.

A próxima etapa selecionará o Top 12, que ganhará mentorias e acompanhamento estratégico. Em agosto, após os patrocinadores definirem o Top 4, os projetos que mais evoluírem garantem vaga na Enactus Word Cup, concorrendo a 25 mil dólares e aceleração das empresas parceiras.

Para conhecer mais sobre os trabalhos desenvolvidos pelo programa de extensão Enactus Ufes Vitória e todas as premiações já conquistadas pelo time, basta acessar o Instagram da equipe.

Leia também:
Pessoas com sobrepeso ou obesidade têm atendimento nutricional em projeto de extensão
Programa de extensão promove tratamento humanizado a pessoas com sofrimento psíquico
Projeto de extensão dá visibilidade às comunidades da Planície Costeira do Rio Doce
Projeto no Museu de Ciências da Vida orienta crianças e jovens sobre o uso de fármacos

 

Texto: Adriana Damasceno
Imagem: Enactus Ufes Vitória

Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: 
Destaque
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
Essa é uma ação da Ufes relacionada ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 1 da Organização das Nações Unidas. Clique e veja outras ações.
Essa é uma ação da Ufes relacionada ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 3 da Organização das Nações Unidas. Clique e veja outras ações.
Essa é uma ação da Ufes relacionada ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 4 da Organização das Nações Unidas. Clique e veja outras ações.
Essa é uma ação da Ufes relacionada ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 8 da Organização das Nações Unidas. Clique e veja outras ações.
Essa é uma ação da Ufes relacionada ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 10 da Organização das Nações Unidas. Clique e veja outras ações.
Essa é uma ação da Ufes relacionada ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 17 da Organização das Nações Unidas. Clique e veja outras ações.
Acesso à informação
Transparência Pública
Planejamento e Gerenciamento de Contratações (PGC)
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.