Roda de conversa marca os 70 anos de ensino de Artes no Espírito Santo

Para celebrar os 50 anos de atividade do Centro de Artes (CAr) da Ufes, os 70 anos da Escola de Belas Artes de Vitória e os 67 anos da Ufes será realizado nesta quarta-feira, 5 de maio, um bate-papo on-line entre o escultor e professor aposentado da Universidade José Carlos Vilar e a professora do Departamento de Artes Visuais Rosana Paste. O evento abre o ciclo de sete conversas intitulado História, Memória, Legado, Vanguarda, que marca os 70 anos do ensino de Artes no estado e o pioneirismo da Ufes nessa formação. A roda de conversa terá início às 17 horas, com transmissão pelo canal do Centro de Artes no YouTube.

Durante as sessões de bate-papo que acontecerão entre maio e julho, professores e técnicos que fizeram parte da história do CAr vão compartilhar suas memórias e relembrar a trajetória do Centro e da Escola de Belas Artes, história que se confunde com a da criação da Ufes.

Segundo a diretora do CAr, Larissa Zanin, o evento visa destacar a importância do Centro de Artes na formação e difusão de arte e cultura no Espírito Santo, além de servir de espaço para encontros do movimento cineclubista, nos anos 1970. “Somos polo gerador da arte e da cultura capixaba, junto com os órgãos públicos fomentadores da cultura. Sempre mantivemos relações diretas com o estado e com os municípios, por meio da promoção de eventos. Esta é nossa marca extensionista”, diz a professora, exemplificando com a Semana da Arte, que teve sua primeira edição na década de 1970 e foi realizada pelo CAr por muitos anos.

Larissa Zanin ressalta o pioneirismo da Ufes no ensino e na formação de Artes no Espírito Santo: “Por muitos anos, fomos os únicos do estado a oferecer cursos de graduação com foco na formação artística e cultural, e permanecemos como referência dessa formação nos níveis de graduação de pós-graduação”. Atualmente, o CAr oferece nove cursos de graduação, três de mestrado e um de doutorado.

Histórico

Criada em 23 de maio de 1951, a Escola de Belas Artes de Vitória teve o pintor Homero Massena como seu primeiro diretor. Em 5 de maio de 1954, foi criada a Universidade Estadual do Espírito Santo, que encampou cursos universitários isolados, como a Escola de Belas Artes.

Em 30 de janeiro de 1961, a Universidade Estadual do Espírito Santo foi federalizada, dando origem à Ufes. O CAr surgiu em junho de 1971, sendo composto pelos Departamentos de Formação Artística (Defa); Artes Industriais e Decorativas (Daid); e Fundamentos Técnico-Artísticos (DFTA).

Em 1979, os professores Kleber Frizzera (Departamento de Arquitetura e Urbanismo – DAU) e André Abe (aposentado) criaram o curso de Arquitetura e Urbanismo e, em 1982, foi criado o DAU. Em 2006, o Departamento de Comunicação Social (Depcom) foi transferido do Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas (CCJE) para o CAr, que extinguiu o Defa, o Daid e o DFTA, e manteve o DAU e o Depcom, criando os departamentos de Teoria da Arte e Música (DTAM), de Desenho Industrial (DDI) e de Artes Visuais (DAV) – composição atual do Centro de Artes.

A próxima roda de conversa vai acontecer no dia 14 de maio, contando com a participação de Frizzera e Abe, que compartilharão as histórias sobre a criação do curso de Arquitetura e Urbanismo há 41 anos. O reitor Paulo Vargas, que integra o DAU, também participará do bate-papo virtual.

 

Texto: Adriana Damasceno
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: 
Destaque
Evento
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável
Essa é uma ação da Ufes relacionada ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 4 da Organização das Nações Unidas. Clique e veja outras ações.
Acesso à informação
Transparência Pública
Planejamento e Gerenciamento de Contratações (PGC)
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.