Ufes inaugura curso preparatório para prova de proficiência em português

A partir deste mês de fevereiro, a Ufes passa a oferecer aos estrangeiros selecionados para ingressar em universidades brasileiras pelo Programa de Estudantes-Convênio de Graduação (PEC-G) o curso preparatório para a prova de proficiência em língua portuguesa. É o Pré-PEC-G, que antecede a prova para obtenção do Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras). As aulas começam na próxima segunda-feira, dia 10, às 8 horas, no prédio Bernadette Lyra, no Centro de Ciências Humanas e Naturais (CCHN), campus de Goiabeiras.

O Celpe é pré-requisito para que estudantes estrangeiros possam realizar cursos de graduação e pós-graduação no Brasil, oferecidos por meio do PEC-G e do PEC-PG. Esse é o exame oficial aplicado semestralmente no Brasil e no exterior pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), com o apoio do Ministério da Educação (MEC) e em parceria com o Ministério das Relações Exteriores.

Até 2019, a Ufes apenas aplicava a prova de certificação, por meio do Núcleo de Línguas, mas não oferecia o curso preparatório. Os responsáveis pela formatação do curso são os professores do Departamento de Letras Santinho Ferreira e Carmelita Amorim, junto com a equipe da Secretaria de Relações Internacionais (SRI) da Universidade.

O curso Pré-PEC-G ocorrerá até outubro e beneficiará 18 estudantes de Honduras, Gabão, Costa do Marfim, Guatemala, Benim, Gana, Guiné Equatorial, Haiti e Senegal, candidatos aos cursos de graduação na Ufes, na Federal do Oeste da Bahia (Ufob), na Federal de Juiz de Fora (UFJF), na Federal de São Carlos (UFSCar), no CEFET-RJ, na Estadual de Londrina (UEL) e na Universidade de São Paulo (USP).

“Esses alunos terão aulas presenciais diariamente no Núcleo de Línguas, além de atividades extraclasse e on-line”, explica Santinho Ferreira. O objetivo é habilitar o estudante estrangeiro para a prova oral e a escrita do Celpe-Bras. O certificado pode ser conferido em quatro níveis: intermediário, intermediário superior, avançado e avançado superior.

Socialização

Outro objetivo é a socialização do indivíduo, para que o estudante estrangeiro aprenda a lidar com situações do dia a dia no nosso país. Segundo a professora Carmelita Amorim, serão definidos itinerários para que os estudantes percorram locais culturais da Grande Vitória e, a partir dessa vivência, produzam textos exercitando o aprendido em sala de aula.

Para a secretária de Relações Internacionais da Ufes, Patrícia Cardoso, os estudantes necessitam ganhar maturidade, pois saem do ensino médio e chegam para estudar em universidades em um país diferente do seu. Há o desafio da língua, o da adaptação ao país e o da construção de novas amizades. “Esse curso também proporciona, com as atividades fora da sala de aula, uma interação com as cidades, ajuda na ambientação cultural. Os roteiros de visitas do curso são pensados nessa dimensão”, afirma.

Texto: Sueli de Freitas
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: 
Destaque
Acesso à informação
Transparência Pública
Planejamento e Gerenciamento de Contratações (PGC)
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.