Projeto Fordan faz campanha para ajudar famílias de São Pedro

Uma campanha realizada pelo projeto de extensão Fordan: Cultura no Enfrentamento às Violências, ligado ao Centro de Educação Física e Desportos (CEFD) da Ufes, busca arrecadar produtos de higiene, alimentos e materiais de limpeza para as famílias da comunidade de São Pedro, em Vitória, que, devido ao isolamento social imposto pela pandemia da COVID-19, perderam seus rendimentos.

Os interessados em ajudar podem fazer doações por meio de vaquinha virtual no site https://www.vakinha.com.br/vaquinha/fordan-sao-pedro; por depósito bancário; ou por meio de ações em grupo. Os doadores que optarem pelo depósito em conta receberão nota fiscal (os dados estão disponíveis na página facebook/fordancefd.ufes).

O valor arrecadado será revertido em itens de necessidade básica, como cloro, detergente, sabonete, pasta de dente, papel higiênico, biscoito, caixa de leite, arroz, feijão, farinhas de trigo e de mandioca, fubá, café, açúcar, óleo, macarrão e sal. Numa segunda fase, serão incluídos frutas, verduras e ovos.

“Com a paralisação das atividades presenciais da Ufes devido à pandemia, não temos um local fixo para receber as doações. Por isso, disponibilizamos a vaquinha e a conta bancária e, além disso, buscamos doações de grupos que se mobilizem para arrecadar materiais e ajudar essas famílias”, explica a coordenadora do Fordan, Rosely Pires, que se colocou à disposição dos interessados por meio do telefone (27) 98876-3526.

“Devido à COVID-19, observamos que as famílias que já estavam em situação de vulnerabilidade passaram a sofrer ainda mais, porque se viram sem suas rendas. Muitos atuavam em trabalhos informais, como artesanato, pequenos consertos ou faxinas, para garantir o sustento da casa”, afirma a coordenadora. Os materiais arrecadados são entregues de casa em casa, evitando o deslocamento das famílias e diminuindo o risco de aglomeração e contaminação.

“Nossa campanha teve início assim que o isolamento se fez necessário, contando também com a ajuda de parceiros como a Sociedade Brasileira de Psicanálise (SBP), que faz atendimento às famílias. Nossa luta está longe de acabar, mas as famílias, hoje, estão em quarentena com mais dignidade”, finaliza.

Violência

O Fordan: Cultura no Enfrentamento às Violências é um projeto social que atua na região de São Pedro há cerca de 15 anos, tendo como foco o enfrentamento da violência sofrida por mulheres, crianças, jovens, pobres e outros grupos vulneráveis. O trabalho conta com a parceria da Fraternidade Espírita Fonte Viva, que cede o espaço físico e a infraestrutura necessária à realização das atividades.

Segundo a professora, o trabalho não se resume em levar as doações, mas, principalmente, em acolher. Para isso, a equipe se subdivide em Grupo Psi, no qual psicólogos, terapeutas e psicanalistas acompanham vítimas de violência e cuidam da saúde em geral; e Grupo SOS Políticas Sociais, no qual assistentes sociais fazem o mapeamento das demandas. “Elas analisam a composição das famílias. Se têm mais jovens, por exemplo, a doação maior é de arroz e feijão. Se tiver mais crianças, entregamos maior quantidade de leite e biscoito”, comenta.

Há, ainda, o Grupo SOS Criança, que está monitorando e criando atividades como brincar de reiki, buscando redução dos conflitos familiares. Advogados, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, pedagogos, grupos culturais e artísticos e profissionais de educação física também integram a equipe do Fordan.

 

Texto: Adriana Damasceno
Foto: Equipe Fordan
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: 
Destaque
Acesso à informação
Transparência Pública
Planejamento e Gerenciamento de Contratações (PGC)
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.