Servidor da Ufes, Rostan Piccoli vence o Campeonato Brasileiro de Ciclismo

Formado em Engenharia Elétrica pela Ufes e analista de sistemas no Núcleo de Tecnologia e Informação (NTI), Rostan Piccoli, 46, conquistou na última semana o título de Campeão Brasileiro de Ciclismo na categoria master, seis rodadas antes do final da competição. Na ultima prova realizada em Vitória, o atleta acumulou uma pontuação que ninguém mais consegue alcançar e garantiu a primeira colocação.

Há 24 anos trabalhando na Ufes e há 30 anos no esporte, Rostan já foi duas vezes vice-campeão do mesmo campeonato brasileiro e, atualmente, também concorre na disputa para o Campeonato Estadual do Rio de Janeiro.

A união do servidor com o ciclismo é uma parceria de longa data e de muitos esforços. Há mais de 30 anos pedalando, o atleta ficou um tempo parado por conta do nascimento de seu filho, mas há cinco anos decidiu se dedicar novamente ao esporte de forma profissional. Desde então, ele acumula uma série de títulos que incluem provas no nordeste e no sul do país, a tradicional prova 9 de julho disputada em São Paulo, e a terceira colocação na prova de São Salvador, a mais antiga e tradicional do Brasil.

Ele afirma que, apesar da rotina puxada, é possível conciliar o esporte com o trabalho, treinando uma média diária de 2 a 3 horas por dia. “A parte complicada é que a gente tem que ficar no mesmo nível o ano todo, e isso exige muito do corpo. Precisa ter uma alimentação bem saudável, com acompanhamento, pra não sobrecarregar e manter o nível de uma performance aceitável”, afirma.

Sobre a rotina de treinos, ele comenta: “Às vezes não dá pra fazer todas as competições por questões de viagem. Então a minha treinadora Cris Silva prepara a planilha de treino baseada no meu calendário e nas condições de provas que vou fazer”.

Equipe

Rostan já competiu cerca de 20 provas apenas nesse ano e, até o final de 2017, deve chegar ao número de 28 competições. Mas ele destaca que, apesar dos títulos carregarem seu nome, o ciclismo é muito mais um esporte em grupo do que se pode imaginar. “Parece que se corre sozinho, mas você precisa de uma equipe muito mais do que os outros esportes, na verdade. Você depende muito do seu coletivo nas provas pra conseguir um bom resultado. Se você não tiver alguém pra te auxiliar, fica muito exaustivo e você não consegue finalizar a maioria das provas” afirma o atleta, líder da equipe de ciclismo capixaba BrC (Brasil Costelo Team), que inclui seis outros competidores e vencedora do Campeonato Estadual.

O próximo desafio inclui o Campeonato Estadual de Ciclismo do Rio de Janeiro. Atualmente entre os três primeiros colocados, o atleta compete nos dias 21 e 22 de outubro para tentar a liderança. Para 2018, seu foco inclui disputar uma posição no Pan Americano. “Para o ano que vem quero focar no Pan Americano e ver a colocação que conseguimos conquistar”, finaliza.

 

Texto: Vinicius Viana (estagiário de Comunicação)
Edição: Thereza Marinho 

 

 

Categoria: 
Destaque
60 anos da Ufes
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Reestruturação e Expansão das Universidades Federais
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.