Laço azul símbolo da campanha para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata

Pesquisa da Ufes sobre Simulação na Área de Saúde é destaque internacional

Projeto de pesquisa desenvolvido pela professora do Centro de Ciências da Saúde (CCS) Raquel Baroni de Carvalho (foto) foi apresentado no Congresso Internacional de Simulação na Área de Saúde, entre os dias 12 e 17 de janeiro, em Los Angeles, Califórnia (EUA). A conferência científica recebeu o pôster contendo parte da pesquisa realizada durante o estágio pós-doutoral da pesquisadora do Departamento de Medicina Social da Ufes, com o título “A avaliação objetiva estruturada para debriefing (eOSAD) como ferramenta virtual”. 

É a primeira vez que a Ufes participa desse congresso científico. A professora Raquel Baroni observa que atuou, nos últimos dois anos, em todas as fases da pesquisa para a elaboração da ferramenta eOSAD, na Universidade Estadual da Louisiana (EUA). Segundo ela, os pesquisadores receberam convite para publicar artigo científico na revista Journal of American Medical Informatics Association. O congresso é realizado anualmente pela Sociedade para Simulação na Área de Saúde e oferece aos participantes – educadores, pesquisadores, estudantes e profissionais de saúde – as ferramentas necessárias para a atualização e qualificação de habilidades, com o objetivo de melhorar o atendimento final a pacientes.

A professora Raquel Baroni, que integra o Programa de Pós-Graduação em Clínica Odontológica do CCS, ressalta que outra parte da pesquisa do Estágio Pós-Doutoral será apresentada no próximo mês de março em Chicago (EUA), no congresso do Colégio Americano de Cirurgiões (ACS Conference).

Simulação na Área de Saúde

De acordo com editorial publicado na Revista Brasileira de Pesquisa em Saúde (RBPS) em 2017, a simulação na área da saúde tem quatro objetivos principais: educação, avaliação, pesquisa e integração com o sistema de saúde, buscando atendimento com segurança aos pacientes. Segundo Raquel, a simulação na área de saúde agrega conceitos de inovação, e procura se diferenciar de formas tradicionais de aprendizagem, não se limitando ao conhecimento teórico. A simulação busca novas ferramentas de ensino, e compreende não apenas habilidades técnicas, mas inclui gerenciamento de crises, trabalho em equipe, uso de novas tecnologias e raciocínio clínico em situações críticas que provocam danos aos pacientes.

A Sociedade para Simulação na Área de Saúde é uma das principais organizações mundiais de simulação envolvendo diferentes profissionais da área da saúde. No website www.ssih.org podem ser acessadas informações sobre as vantagens do aprendizado com simulação nesta área, incluindo um dicionário gratuito de termos de simulação, conteúdos sobre treinamentos e cursos sobre o tema, e a indicação de universidades de diversos países que atuam como centros de ensino em simulação, e que são acreditadas pela SSH. 

Mais informações sobre a simulação em saúde podem ser obtidas no CCS da Ufes pelo telefone (27) 3335-7225.

 

Texto: Luiz Vital

Foto: Arquivo pessoal

Edição: Ana Paula Vieira

 

 

 

 

Categoria: 
Destaque
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.