Laço rosa em adesão à campanha de prevenção ao câncer de mama

Livro-brinquedo é destaque em lançamento na Livraria da Ufes nesta quinta, 11

A professora Maria Amélia Dalvi, do Departamento de Linguagens, Cultura e Educação da Ufes, lança nesta quinta-feira, 11, sua primeira obra voltada para o público infantil. O livro No Cangote do Saci: lendas brasileiras será apresentado aos leitores durante um “happy hour de autógrafos” realizado na Livraria da Ufes, no campus de Goiabeiras, a partir das 17 horas, com encerramento previsto para as 19 horas. A entrada é gratuita.

A obra No Cangote do Saci: lendas brasileiras apresenta, por meio de textos informativos e poéticos, 10 lendas brasileiras. Na primeira parte do livro é feito um convite ao leitor para manipular e recriar as criaturas lendárias brasileiras, fazendo combinações novas e, assim, apropriando-se, de forma lúdica, do universo da cultura nacional. Já as histórias de Curupira; Boto Rosa; Capelobo; Cobra Norato e Maria Caninana; Boitatá; Iara; Cuca; Pássaro de Fogo; Barba-Ruiva; e Saci são contadas na segunda parte do livro. “As crianças têm, pelo menos, três versões dessas lendas do Brasil: a imagética, a informativa e a poético-funcional. Trata-se do que comumente chamamos de ‘livro brinquedo’”, explica a autora.

Maria Amélia escreveu o livro com a expectativa de atender públicos de todas as idades. “Aquelas crianças que estão no processo inicial de apropriação da escrita alfabética lerão com ajuda; as maiorzinhas, entre 9 e 12 anos, vão ler de forma autônoma; jovens e adultos reencontrarão no nosso livro as crianças que eles mesmo foram”, diz ela, que foi convidada a escrever a obra pelo ilustrador Daniel Kondo, artista visual com experiência na literatura infantil: “Esse convite foi o que me motivou à escrita de No Cangote do Saci, num processo de retomada de toda essa minha história com a literatura, do lugar de leitora-escritora e não de professora ou crítica”.

A autora

Maria Amélia Dalvi Salgueiro é professora da Ufes desde 2010. Possui duas obras publicadas pela Edufes e organizou outros três livros – todos críticos, teóricos ou de divulgação científica. Ainda este ano lança seu primeiro livro de poemas não-infantis, pela Editora Cousa, cujo título será Poema Algum Basta.

A professora iniciou sua trajetória na escrita ainda muito nova. Entre os 9 e 12 anos já se aventurava na escrita de poemas mas, segundo ela, “escrever para crianças sempre me pareceu um desafio grande demais”. Em 2013, decidiu se arriscar e escreveu uma história em versos chamada O Menino da Minha Frente, ainda inédita. “Dois ou três amigos queridos leram esse original e acharam que talvez eu devesse continuar me aventurando nesse universo. Às vezes, a gente só precisa de um empurrãozinho para assumir o que, desde sempre, era mesmo o que a gente queria fazer”, lembra Maria Amélia.

No Cangote do Saci: lendas urbanas é o primeiro livro voltado para o universo infantil publicado pela professora, que iniciou sua vida de leitora pelas obras voltadas para as crianças: “Tenho um apreço e uma gratidão muito grandes pela literatura que me fisgou e ressignifica continuamente toda a minha vida”, afirma.

Maria Amélia e Daniel Kondo esperam que sua obra ajude as crianças e seus responsáveis a se reencontrarem no processo de leitura, revivendo a experiência de conhecer as lendas brasileiras.

 

Texto: Adriana Damasceno
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: 
Destaque
Evento
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.