CPA apresenta Relatório da Autoavaliação Institucional da Ufes

A Comissão Própria de Avaliação da Ufes (CPA) apresentou o Relatório da Autoavaliação Institucional da Universidade Federal do Espírito Santo - RAI 2016, cujo objetivo foi analisar as fragilidades apontadas nos diversos processos de avaliação externos e internos que ocorreram na Ufes, bem como apontar as ações que foram executadas e planejadas para corrigi-las.

Esta e outras matérias também estão disponíveis na edição 522 do jornal Informa

O levantamento das fragilidades e das ações foi realizado pelas diversas instâncias gestoras da Universidade, tanto no âmbito dos colegiados/coordenações de curso como nas direções dos Centros de Ensino e demais unidades organizacionais que compõe a estrutura da Administração Central da instituição. O relatório completo está publicado na página da CPA no endereço eletrônico www.avaliacaoinstitucional.ufes.br/.

A CPA é responsável pela coordenação dos processos internos de avaliação, de sistematização e de prestação das informações solicitadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A Avaliação interna é um processo de caráter diagnóstico, formativo e de compromisso coletivo, tendo como objetivo indicar à comunidade as potencialidades e fragilidades da Instituição, no intuito de promover a qualidade das ações de ensino, pesquisa e extensão, observados os princípios do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) e as especificidades da Universidade.

Levantamento

A metodologia de autoavaliação utilizada pela CPA, para a Ufes analisou 10 subdimensões da instituição: Missão e Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), Políticas para o ensino e pesquisas, Responsabilidade Social, Comunicação com a sociedade, Políticas de pessoal, Organização e Gestão, Infraestrutura, Planejamento e Avaliação, Políticas de atendimento e Sustentabilidade ambiental e financeira. Para os cursos de graduação, a pesquisa foi realizada em três dimensões: Corpo Docente e Tutorial, Organização Didático Pedagógica e Infraestrutura.

Os dados foram levantados junto às unidades gestores da Universidade – pró-reitorias, diretores de Centro de Ensino e diretores de órgãos suplementares – e a todas as coordenações de cursos presenciais e de Ensino a Distância (EaD). Além disso, também foi feita uma verificação específica da gestão do EaD e do Sistema Integrado de Bibliotecas.

A presidente da CPA, Eliana Zandonade, enfatizou que os relatórios de avaliações internas e externas que subsidiaram o trabalho foram, sobretudo, o de Recredenciamento Institucional, os de Autoavaliação Institucional, os de Avaliação in Loco e do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), referentes a cada curso de graduação. “Essa autoavaliação consolida a identidade institucional da Ufes no que se refere à excelência do ensino ministrado e às modalidades de aperfeiçoamento permanente do ensino, da pesquisa e da extensão”, destacou ela.

A apresentação deste trabalho e de seus desdobramentos à comunidade acadêmica se dará por meio de seminários com os gestores institucionais (pró-reitores, diretores de Centro de Ensino e órgãos suplementares, e coordenadores de curso de graduação) e de seminários com as Comissões Próprias de Avaliação de Centro, juntamente com professores, técnicos administrativos e estudantes.

 

Texto: Hélio Marchioni
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: 
Destaque
60 anos da Ufes
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Reestruturação e Expansão das Universidades Federais
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.