Laço rosa em adesão à campanha de prevenção ao câncer de mama

Cine Metrópolis: Uma Noite de 12 Anos e Djon África estreiam na programação

O Cine Metrópolis, no campus de Goiabeiras da Ufes, já liberou sua programação para a semana de 11 a 17 de outubro. O filme brasileiro Yonlu continua em cartaz e entram em circuito o longa uruguaio Uma Noite de 12 Anos e Djon África, uma co-produção entre Brasil, Portugal e Cabo Verde.

Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do cinema por R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia), e estudantes da Universidade têm entrada gratuita.

Confira a programação completa:

Uma Noite de 12 anos

O filme do premiado diretor uruguaio Alvaro Brechner traz como protagonistas os escritores e jornalistas Eleuterio Fernández Huidobro (Alfonso Tort), apelidado de El Ñato; Mauricio Rosencof (Chico Darín), conhecido entre os amigos como Russo; e o agricultor e político José Alberto Mujica (Antonio de la Torre), o Pepe, que viria a se tornar presidente do Uruguai. Os três foram membros do grupo de guerrilheiros Tupanaros e ficaram presos durante os 12 anos da ditadura militar no Uruguai.

Uma Noite de 12 Anos (foto) mostra a relação entre prisioneiros e captores, apresentando tanto as situações de tortura física e psicológica enfrentada pelos militantes, como o encarceramento que fez com que ficassem alheios à sociedade ao longo dos anos.

Em cartaz: Quinta-feira (11) e sexta-feira (12), às 19h45; sábado (13) e domingo (14), às 18h; segunda-feira (15), terça-feira (16) e quarta-feira (17), às 19h45.

Djon África

O premiado filme dos diretores João Miller e Filipa Reis mostra a incansável procura de Miguel “Tibars” Moreira (conhecido como Djon África), um jovem português descendente de imigrantes cabo-verdianos, por suas raízes familiares. Nascido na periferia de Lisboa, Miguel decide embarcar para o continente africano à procura de seu pai, que nunca conheceu.

Djon África é uma coprodução de Brasil, Cabo Verde e Portugal, três países de língua portuguesa. O longa é uma mistura entre os gêneros de ficção e documentário, inspirado na história do ator Miguel Moreira, do documentário Li Ké Terra.

Em cartaz: Quinta-feira (11) e sexta-feira (12), às 18h; sábado (13) e domingo (14), às 16h10; segunda-feira (15), terça-feira (16) e quarta-feira (17), às 18h.

Yonlu

Yonlu era o nome artístico de Vinícius Gageiro Marques, estudante de Porto Alegre que transmitiu a própria morte, ao vivo, em 2006, com incentivo de fóruns na internet.

Vinícius era músico, poeta e fluente em quatro idiomas. Após ingressar em uma comunidade virtual de assistência para potenciais suicidas, ele decidiu dar fim à sua vida aos 16 anos.

O longa é dirigido por Hique Montanari e traz o ator Thalles Cabral como protagonista.

Em cartaz: Quinta-feira (11); sexta-feira (12); segunda-feira (15); e terça-feira (16), às 16h20.

 

Texto: Adriana Damasceno
Edição: Thereza Marinho

 

 

Categoria: 
Destaque
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.