Curso de Medicina Veterinária realiza ação como parte do Outubro Rosa Pet

A campanha Outubro Rosa ficou conhecida mundialmente com o objetivo de conscientizar a população sobre o tratamento e a prevenção do câncer de mama. Entretanto, a doença não fica restrita a homens e mulheres, cadelas e gatas também podem sofrer da mesma enfermidade.

Pensando nisso, o curso de Medicina Veterinária da Ufes, do Centro de Ciências Agrárias e Engenharias (CCAE) , localizado no campus de Alegre, aderiu desde 2015 à campanha Outubro Rosa Pet. Este ano, a ação será realizada no próximo dia 21 de outubro, na Praça Central do município, no horário das 7 às 17 horas.

Para garantir o atendimento dos animais, cerca de 30 voluntários, entre professores, médicos veterinários e estudantes do curso de Medicina Veterinária da Ufes estarão disponíveis para orientar os donos de animais a fazerem a identificação precoce de alterações nas mamas de cadelas e gatas. Além da prevenção de tumores de mamas, haverá panfletagem sobre temas de educação em saúde, bem-estar e posse responsável dos pets. O objetivo é divulgar informações e orientações sobre diagnósticos precoces e prevenção de tumores mamários em cadelas e gatas.

Segundo dados do Conselho Federal de Medicina Veterinária, 45% das cadelas e 30% das gatas poderão desenvolver câncer.

“Esta campanha começou a ser realizada como método de esclarecimento sobre os tutores dos animais e a importância do exame periódico das mamas de seus animais de estimação. É sabido da grande importância do tema para a medicina veterinária, visto que o câncer de mama é o tumor de maior frequência nas cadelas e, em alguns casos, com altas taxas de morbidade e mortalidade,” ressalta o coordenador da campanha Douglas Severo, professor e médico veterinário do CCAE.

O professor Breno Souza Salgado, do Departamento de Patologia do Centro de Ciências Sociais (CCS), coautor da primeira obra nacional sobre patologia mamária canina, intitulada “Patologia mamária canina: do diagnóstico ao tratamento”, enfatiza a importância da campanha.  

“É importante avaliar as mamas dos animais de companhia adultos na busca por aumentos de volume ou nódulos, mesmo por seu tutor no ambiente doméstico, para que os animais possam ser encaminhados ao atendimento veterinário de modo a diagnosticar a doença apropriadamente ainda em sua fase inicial, aumentando as chances de cura após o tratamento”, enfatiza o professor.

Mais informações pelos telefones (28) 3552.8664 e 3552.8653.          

Texto: Jorge Medina
Edição: Thereza Marinho  

 

 

Categoria: 
Destaque
Evento
60 anos da Ufes
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Reestruturação e Expansão das Universidades Federais
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.