Ufes reúne docentes de todo o país em encontro do Mestrado Profissional de Educação Física

O Centro de Educação Física recebeu, esta semana, o 2º Encontro Nacional do Curso de Mestrado Profissional de Educação Física (Proef), programa que tem como público-alvo os professores efetivos da educação básica da rede pública de ensino. Com o tema Formação de Professores de Educação Física em serviço: avanços e desafios para a Pós-Graduação em Rede Nacional, o evento teve início na última quarta-feira, 7, e encerramento nessa quinta, 9 de maio. A proposta do Encontro é reunir os coordenadores do curso de mestrado profissional das 14 instituições participantes para tratar das realizações do Programa até o momento e os desafios enfrentados, no cenário atual de redução de recursos para pesquisa.

O encontro discutiu temas como Financiamento e Perspectivas dos Programas de Pós-Graduação Profissional no Brasil; e os ajustes necessários ao Proef, como no projeto pedagógico e nas referências teórico-metodológicas, além de propostas de ações para 2019. “Estamos fazendo o balanço das realizações do Programa e levantando os temas a serem discutidos com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), visando à manutenção e desenvolvimento do Mestrado Profissional em Educação Física em Rede Nacional”, afirmou o professor Nelson Figueiredo de Andrade Filho, coordenador do Mestrado Profissional de Educação Física na Ufes.

O evento teve a participação da professora da Ufes e vice-presidente do Fórum Nacional dos Mestrados Profissionais (Foprof), Teresa Carneiro; do pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Ufes, Neyval Costa Reis Junior; e de representantes da coordenação nacional do PROEF, professoras Denise Ivana de Paula Albuquerque e Maria Cândida Soares Del-Masso. Participaram também representantes da Capes, para tratar de questões sobre financiamento e avaliação, além de discentes do mestrado profissional.

A primeira turma do Mestrado Profissional de Educação Física ingressou em abril de 2018. Para a Ufes, foram disponibilizadas 12 vagas. Ao todo, 127 docentes se candidataram no estado e 1.800 no país, em processo de seleção realizado em 2016 para a formação das primeiras turmas. O Proef tem como sede a Universidade Estadual Paulista (Unesp), de Presidente Prudente. Além da Ufes, ofertam o mestrado na região Sudeste quatro instituições em São Paulo, uma em Minas Gerais, e uma no Rio de Janeiro. O curso está presente em duas instituições no Nordeste, em três no Centro-Oeste, e em duas na região Sul.

Aplicação Prática

A aplicação imediata dos conhecimentos adquiridos na pesquisa é o grande diferencial dos programas de pós-graduação com foco profissional, segundo o professor Nelson Figueiredo: “No mestrado profissional, o interesse é que o professor traga uma questão da realidade de sua prática pedagógica, de modo que, quando ele retorne, possa utilizar o trabalho desenvolvido na pós-graduação para superar aquilo que ele indicou como problema no início”.

Por essa razão, segundo o coordenador, o professor deve permanecer vinculado à instituição em que trabalha durante o desenvolvimento da pesquisa. “Enquanto a tendência do mestrado acadêmico é formar professores para o ensino superior, a do mestrado profissional é reenviar o docente para a educação básica, por isso é importante que ele permaneça em contato com as questões de seu trabalho como docente”.

Outras diferenças apontadas pelo coordenador entre a modalidade profissional de pós-graduação em relação à acadêmica é que não é necessário apresentar o projeto de pesquisa no início do curso. Além disso, o resultado da pesquisa não precisa ser necessariamente apresentado como dissertação, sendo aceitos também outros formatos como cadernos didáticos, vídeos, blogs, entre outros.

Texto: Nábila Corrêa
Foto: Danielle Gonçalves (estagiária de Comunicação)
Edição: Thereza Marinho

 

 

Categoria: 
Destaque
Evento
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.