Laço azul símbolo da campanha para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata

Ufes Jazz Festival começa segunda, 16, no Teatro Universitário

O jazz e a música brasileira instrumental serão as sonoridades e ritmos que irão protagonizar a cena universitária entre esta segunda-feira, 16, e quarta-feira, 18. Estudantes do curso de Música da Ufes, ex-alunos, professores, pesquisadores e profissionais subirão ao palco do Teatro Universitário para diversas apresentações na edição 2018 do Ufes Jazz Festival. Um repertório rico, com clássicos da música brasileira e do jazz, composições autorais dos artistas convidados, releituras de outras produções, temas inéditos, jazz vídeos e workshop estão na programação.

Os ingressos, com valores entre R$ 5 e R$ 20, estão disponíveis na bilheteria do teatro e no endereço https://www.tudus.com.br/evento/teatro-ufes-ufes-jazz-festival. No último dia do evento, quarta-feira, 18, a entrada é gratuita. Violonistas, pianistas, trompetistas, guitarristas, saxofonistas, percussionistas, bateristas e contrabaixistas prometem shows qualificados e inovadores, com sensível diversidade de sons e ritmos.

A programação traz apresentações de Fabio do Carmo, Tom & Jazz, Potiguara Menezes Trio, Combo Ufes, e Hercules Gomes – pianista reconhecido em festivais no Brasil e no exterior. Ele ministrará um workshop direcionado a músicos e estudantes de música.

De acordo com o secretário de Cultura da Ufes, Rogério Borges, o festival nasceu na Universidade, idealizado pelo músico e professor do Centro de Educação, Gean Pierre. Com proposta da secretaria, a edição 2018 passou a ocupar o Teatro Universitário. “Com essa ação, o festival alcança um patamar mais elevado, com maior abrangência entre os músicos e o público”, assinala.

“A Secretaria de Cultura mantém a política de apoiar e valorizar os projetos que surgem nos diversos setores da Universidade”, completa. Rogério Borges adianta que, na agenda cultural da Ufes, o festival está consolidado como evento anual e com datas garantidas para o teatro em 2019.

 

Serviço

Ufes Jazz Festival - 16 a 18 de abril

Programação

16 de abril – Teatro Universitário, campus de Goiabeiras, Vitória

19h - Jazz Vídeos

19h20 - Fabio do Carmo

20h20 - Hercules Gomes

 

17 de abril – Teatro Universitário, campus de Goiabeiras, Vitória

19h - Jazz Vídeos

19h20 - Tom & Jazz

20h20 - Potiguara Menezes Trio

 

18 de abril – Auditório do Centro de Educação (gratuito), campus de Goiabeiras, Vitória

18h - Jazz Vídeos

18h20 - Combo Ufes

20h20 - Workshop Hercules Gomes (Direcionado a músicos e estudantes de Música – Local: Estúdio de Música da Ufes – gratuito)

 

Conheça as atrações:

Fabio do Carmo – Segunda-feira, 16, às 19h20

O violonista mineiro radicado no Espírito Santo apresenta show com repertório instrumental voltado ao violão de sete cordas. Instrumento essencial para o desenvolvimento de estilos musicais brasileiros, como o samba e choro, Fábio se apoia em influências de violonistas como Raphael Rabello, Baden Powell e Maurício de Oliveira, desenvolvendo um programa que abstrai o violão de sete cordas para outros estilos como o baião e o jazz.

Hercules Gomes – Segunda-feira, 16, às 20h20

Influências de ritmos brasileiros, jazz e uma técnica refinada são alguns dos aspectos presentes no estilo pianístico e composicional de Hercules Gomes, um dos mais representativos pianistas brasileiros da atualidade. Natural de Vitória e radicado em São Paulo, Hercules já se apresentou em alguns dos mais importantes festivais de música no Brasil e no exterior, como a MIMO, em Ouro Preto (MG); o Festival Brasil Instrumental, em Tatuí (São Paulo); o Gourmet Jazz Festival, em Águas de São Pedro (SP); o CCPA Jazz Festival, em Assunção (Paraguai); o Festival Internacional Jazz Plaza, em Havana (Cuba); e o Festival Internacional Piano, Piano, do Centro Cultural Kirchner, em Buenos Aires (Argentina). Participou de trabalhos ao lado de músicos como Arismar do Espirito Santo, Vinicius Dorin, Letieres Leite, Alessandro Penezzi e Wilson das Neves. Vencedor do 11° Prêmio Nabor Pires de Camargo e do I Prêmio MIMO Instrumental. Recentemente participou do projeto Gravação dos Concertos Cariocas de Radamés Gnattali, com interpretações do Concerto Carioca n° 2, com a Orquestra Sinfônica de Campinas. Em 2013, lançou seu primeiro trabalho solo intitulado “Pianismo”, com composições próprias e arranjos que trazem fotografias panorâmicas do piano brasileiro, e que fazem o pianista se firmar como um novo talento.

 

Tom & Jazz – Terça-feira, 17, às 19h20

Gean Pierre – guitarra, Marcos Firmino – trompete, Afonso Abreu – baixo acústico

Em 1992 nascia o grupo Tom & Jazz. Marcos Firmino, trompetista e o guitarrista Gean Pierre mantiveram viva a formação e, assim, foram acrescentando ao combo figuras destacadas no meio musical da ilha, tais como Gustavo Mendonça (guitarra), Marcelo Coelho (sax), Marco Antônio Grijó (bateria), entre outros, que desfilaram seus talentos à frente de apresentações continuadas em teatros e casas noturnas de Vitoria e no interior. Agora, se junta ao duo guitarra e trompete o baixista Afonso Abreu, que também já fez parte do grupo. Com a formação original, pretendem apresentar seu repertório autoral recheado com standarts de jazz e clássicos da música brasileira.

 

Potiguara Menezes Trio – Terça-feira, 17, às 20h20

Potiguara Menezes – guitarra, Maurício Biazzi – baixo, João Fidelis – bateria

A formação clássica no mundo do jazz – guitarra, contrabaixo acústico e bateria – é o meio de expressão para esse trio. No entanto, a busca por sonoridades e maneiras de tocar que, de alguma forma, mesclem os universos sonoros da música instrumental brasileira e do jazz, é uma de suas marcas principais. O grupo apresenta vários temas inéditos – compostos por Menezes – e algumas releituras de grandes nomes da música brasileira como Hermeto Pascoal e Egberto Gismonti.

 

Combo Ufes – Quarta-feira, 18, às 18h20, no Auditório do Centro de Educação

Grupo formado por alunos e ex-alunos do curso de Música da Ufes, especializado em jazz e música brasileira instrumental. O grupo pretende levar arranjos originais de clássicos do jazz e do grande mestre Moacir Santos.

 

Texto: Luiz Vital
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: 
Destaque
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.