Ufes forma orientadores do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa

Por Ana Paula Vieira

Nos próximos dias 2, 3 e 4 de maio, das 8h às 18h, a Ufes , por meio do Centro de Educação, realiza a segunda etapa de formação dos 326 orientadores de estudo que atuam no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, um programa do Governo Federal que visa à alfabetização de todas as crianças no máximo até os 8 anos de idade.

O Centro de Educação, por meio do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alfabetização, Leitura e Escrita no Espírito Santo, é o responsável pela formação dos orientadores, que vão atuar em 78 municípios do estado, no auxílio à cerca de 6 mil professores da rede de ensino fundamental.

Professores e estudantes de pós-graduação da Ufes ajudam e acompanham o trabalho dos orientadores nos municípios, com material didático fornecido pelo Ministério da Educação e adaptado pelo Centro de Educação à realidade do estado. Ao todo, a formação tem 200 horas, e os orientadores ainda participarão de mais quatro encontros na Ufes.

A professora Cláudia Maria Mendes Gontijo, uma das coordenadoras do projeto, afirma que, para a Ufes, a iniciativa é fundamental: “O analfabetismo é um dos principais desafios no campo da Educação. Para a Universidade, é importantíssima a tentativa de construir índices mais positivos, além de mostrar que ela está inserida nos problemas e desafios do estado”.

Pacto

O Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa é um compromisso formal assumido pelos governos federal, do Distrito Federal, dos estados e municípios de assegurar que todas as crianças estejam alfabetizadas até os oito anos de idade, ao final do 3º ano do ensino fundamental.

De acordo com a professora Cláudia, cerca de 9% das crianças até 8 anos de idade do Espírito Santo não estão alfabetizadas, número que acompanha a média nacional brasileira. Ela enfatiza que se trata de um índice preocupante: “Atualmente, convivemos com o fracasso escolar, as escolas estão produzindo semianalfabetos ou não alfabetizados”, explicou Cláudia.

Segundo Cláudia, o Pacto auxilia os professores, oferecendo-lhes, por meio da formação, novos métodos para alcançarem o sucesso escolar dos alunos. Para a professora, o Programa tem como diferencial a oferta de bolsas para os orientadores de estudo e para os professores alfabetizadores participantes.

Saiba mais sobre o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa: http://pacto.mec.gov.br/

Mais informações: 3335-2548

Imagem: Ministério da Educação

Categoria: 
Manchete
60 anos da Ufes
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Reestruturação e Expansão das Universidades Federais
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.