Startup AgroFácil vence o primeiro Demoday de 2019

Com o projeto de desenvolver um aplicativo para auxiliar o produtor rural a emitir notas fiscais eletrônicas, substituindo as emitidas manualmente, a startup AgroFácil foi a grande vencedora do primeiro Demoday, evento realizado na noite desta quarta-feira, 3, no campus de Goiabeiras, e que marcou o encerramento da turma do primeiro semestre da disciplina de Empreendedorismo.

Onze equipes apresentaram suas ideias empreendedoras a sete jurados no Demoday, falando sobre a ideia do negócio, o processo de validação do problema, a elaboração do MVP – Minimum Viable Product (produto mínimo viável) e os resultados alcançados durante a disciplina, que foi ministrada pela professora do Departamento de Engenharia de Produção da Ufes Miriam de Magdala.

Os grupos disputavam premiações, que eram U$ 10 mil (primeiro lugar) e U$ 5 mil (segundo e terceiro lugares), em créditos em hospedagem na nuvem da Amazon; pré-acelareção na Azys; horas de consultoria em Direito de startups; e horas de consultoria em elaboração de pitches (apresentações concisas de ideias).

Equipe campeã

A AgroFácil é composta pelos estudantes Gustavo Duarte, Gustavo Monjardim, Vinícius Berder, Israel Souza (Ciência da Computação) e Maxwel Marinho (Engenharia Elétrica). Segundo Duarte, a ideia surgiu devido à obrigatoriedade legal de que, a partir de janeiro de 2020, os produtores rurais emitam notas fiscais eletrônicas. “Após pesquisas, identificamos que o site criado pelo governo era completamente baseado na internet e os produtores classificam como de baixa qualidade a internet a que eles têm acesso. Além disso, o site não foi criado pensando numa adaptação para dispositivos móveis”, lembra.

Assim, os estudantes se juntaram e desenvolveram um aplicativo que funcionaria na maior parte do tempo sem internet, para emitir, de forma simples, notas fiscais eletrônicas que podem ser impressas ou enviadas para e-mails. “O aplicativo AgroFácil ainda não está sendo comercializado, mas a ideia é conseguirmos toda a experiência com quem tem a nos oferecer e começar a startup para valer”, diz Duarte. “Foi uma experiência muito boa passar pela disciplina e participar do Demoday. Ver várias ideias fantásticas, com todos dando o máximo de si pelas startups, foi sensacional e eu recomendo a todos”, complementa.

Ferramentas e bateria

A equipe McGyvers, dos alunos Paulo Henrique Calezani, Ademir Motta, Tatiana Dagico (Arquitetura), Evandro Sant'ana (Administração) e Edno Rodrigues (Física), foi a segunda colocada no Demoday. A startup criada por eles já está em funcionamento e possibilita às pessoas que aluguem ferramentas e equipamentos ao invés de comprá-las.

Com as premiações, eles pretendem investir na aceleração da plataforma, na logística dos serviços prestados e no marketing, para aumentar a presença da McGyvers no mercado. “Foi uma experiência maravilhosa encerrar nosso primeiro semestre como empresa”, diz Calezani.

Em terceiro lugar, ficou a startup Me Carrega, que promete resolver o problema de falta de bateria nos dispositivos móveis no cotidiano das pessoas, por meio de compartilhamento de carregadores portáteis espalhados em totens automatizados pela cidade. A equipe é composta por Davi Vargas, Matheus Coradini, Bernardo Pretti (Engenharia Mecânica); Antuany Reis (Farmácia); Gustavo Brandão (Direito), Luana Sibien, Luciana Surgino e Maria Clara Machado (Design).

Segundo Vargas, o grupo já recebeu propostas e está em fase de negociação com possíveis futuros parceiros. “Participar do Demoday e estar presente ali, com pessoas focadas em empreender e inovar, foi algo muito novo e animador para mim. Os organizadores estão de parabéns pelo ótimo evento com participantes de alto nível”, diz.

Autonomia

Para a professora Miriam, a importância da disciplina de Empreendedorismo e do Demoday está na formação universitária de profissionais com mais preparo e autonomia para a tomada de decisão. “O trabalho de criar uma startup na disciplina auxilia nisso, bem como no desenvolvimento de competências como liderança, expressão oral, negociação, coleta e tratamento de dados. O Demoday foi um evento que marcou a realização de um modelo diferente de disciplina, com forte interação com o ecossistema empreendedor e com alto grau de protagonismo dos alunos”, afirma a professora.

A disciplina de Empreendedorismo faz parte do projeto Empreendedorismo na Ufes (empreendedorismo.ufes.br) e está prevista a abertura de uma nova turma no próximo semestre. Os estudantes interessados em se matricular devem optar pela disciplina durante a etapa de ajuste de matrícula, que ocorrerá entre os dias 26 e 30 de agosto.

 

Texto: Adriana Damasceno
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: 
Destaque
Evento
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.