Internacionalização: Conheça as atividades de profissionais da Ufes no exterior

A participação de profissionais da Ufes em eventos e atividades internacionais a convite, ou por terem seus trabalhos aceitos, é um reconhecimento do novo patamar que a Universidade vem alcançando com seus programas de mestrado e doutorado. 

Para entender como ocorre o afastamento de servidores federais para atividades no exterior, clique aqui

Conheça as atividades que estão sendo desenvolvidas por profissionais da Universidade em outros países, na segunda quinzena de setembro e nesta primeira quinzena de outubro:

Transporte ferroviário

A professora Marta Cruz apresentou um trabalho relacionado ao transporte na Estrada de Ferro Vitória-Minas (EFVM), na Conferência internacional Modelamento e Simulação Logística Marítima e Multimodal, em Barcelona, na Espanha. "O modelo apresentado na conferência serve para testar diferentes configurações operacionais, mostrando o melhor desempenho da EFVM", afirma Cruz, acrescentando que o estudo foi desenvolvido em 2016, pelo mestrando em Engenharia Civil Carlos Farias, orientado por ela.

Marta Cruz, que é professora do Departamento de Engenharia de Produção, afirma ainda que essa conferência internacional faz parte de um conjunto de eventos chamado I3M, realizados simultaneamente, todos vinculados à simulação matemática.

Tuberculose

A professora e pesquisadora Ethel Leonor Noia Maciel participa, de 11 a 14 de outubro, da 48ª Conferência Mundial da União sobre Saúde Pulmonar, que será realizada na cidade de Guadalajara, no México. Ela apresentará os resultados de uma pesquisa internacional realizada pela Organização Mundial da Saúde sobre os elevados custos de pacientes durante tratamento da tuberculose.

A conferência, organizada pela União Internacional Contra a Tuberculose e as Doenças Pulmonares, é a reunião anual mais importante da área e todos os anos, reúne pesquisadores, diretores de programas de saúde, políticos, ativistas e outras figuras proeminentes para abordar questões relacionadas à tuberculose, saúde pulmonar e outras áreas de saúde que afetam, em particular, as pessoas que vivem na pobreza.

Robótica Assistiva

A Robótica Assistiva e o uso de robôs para interagir com crianças autistas foram os assuntos apresentados pelo professor Teodiano Bastos, do Departamento de Engenharia Elétrica, durante suas palestras no VII Congresso de Design, Redes de investigação e Tecnologia para todos, em Málaga, na Espanha. "Esse evento, que este ano tem como tema a acessibilidade 4.0, é o mais importante da Espanha na área de Tecnologias Assistivas", destaca o pesquisador.

Teoria Musical

Compartilhando pesquisas desenvolvidas no Núcleo de Estudos Literários e Musicológicos (NELM), Viviana Mónica Vermes, professora do Departamento de Teoria da Arte e Música e dos Programas de Pós-Graduação em Letras e em Comunicação e Territorialidades, representou a Ufes no Colóquio Por uma História das Relações Culturais das Américas, em Lyon, na França, no qual apresentou o trabalho "Abul de Nepomuceno em Buenos Aires: a ópera como lugar de encontro".

Os estudos desenvolvidos pelo NELM têm visibilidade ainda em mais dois eventos internacionais, no mês de outubro. Na 17ª Conferência Internacional Association Répertoire International d'Iconographie Musicale, em Atenas, na Grécia, Mónica Vermes irá apresentar o trabalho "Novas Imagens para uma Nova Cidade: Música e Dança nas capas da Fon-Fon (Rio de Janeiro, 1907-1920)". Já na Conferência Internacional Music Criticism 1950-2000, em Barcelona, na Espanha, a professora participa com o estudo sobre a Crítica Musical no Jornal Folha de São Paulo, na década de 1990.

Infraestrutura verde

O trabalho Green infrastructure for urban and environmental rehabilitation foi apresentado pela professora Daniella Bonatto, do Departamento de Arquitetura e Urbanismo, no International Seminar on Urban Form, realizado em Valência, na Espanha.

Segundo a professora, a pesquisa foi baseada na cidade de Vila Velha, no Espírito Santo, propondo a utilização de infraestrutura verde para reabilitar correntes de água e outros espaços abertos, de forma que os elementos naturais sejam protegidos e integrados nas áreas urbanas. "Quando novas ruas são criadas para expandir as cidades, acaba-se alterando drasticamente muitos corpos d'água e subtraindo espaços verdes, comprometendo a qualidade do espaço urbano como um todo", explica Daniella Bonatto.

A pesquisadora acrescenta que o estudo realizou o mapeamento da vegetação em área urbana e de cursos d'água de Vila Velha, além de utilizar dados socioeconômicos, focando na Bacia do Guaranhuns. "O trabalho propõe um mapa de corredores verdes, conectando os espaços verdes naturais, o Canal Guaranhuns, as praças e a população local, promovendo assim a reabilitação da área, tanto do ponto de vista urbano, como do ambiental, beneficiando os moradores com áreas de lazer, auxiliando na retenção das águas de chuva e minimização dos episódios de alagamento", ressalta a professora.

Nutrição e gestação de alto risco

A participação no Congresso Internacional de Nutrição é o motivo da viagem da professora Míriam Carmo Rodrigues Barbosa a Buenos Aires, na Argentina. Este ano, o evento terá foco na segurança alimentar e nutricional. A pesquisadora da Ufes apresentará um estudo realizado no município de Vitória, com gestantes de alto risco, o Nutrigerar. "Apresentarei resultados parciais que apontam para a necessidade de uma abordagem nutricional junto a este público, objetivando reduzir desfechos obstétricos desfavoráveis", explica a professora.

O Congresso, que acontece a cada quatro anos, é organizado pela União Internacional de Ciências Nutricionais (IUNS). "A IUNS reúne diversas associações de diferentes países, vinculadas principalmente ao Conselho Internacional para a Ciência (ICSU), à Organização Mundial da Saúde (OMS) e à Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO)", esclarece a professora do Departamento de Educação Integrada em Saúde.

Também participará desse evento o professor José Luiz Marques Rocha, do mesmo departamento.

Proteção e disputas políticas

A professora Erica Cristhyane Morais da Silva irá apresentar, na Universidade do Minho, em Portugal, a palestra Os espaços sagrados na Antiguidade Tardia: os lugares de asilo na cidade romana. "Esse tema trata dos lugares sagrados de refúgio a todo habitante do Império Romano que buscasse proteção contra determinadas ameaças", explica a pesquisadora, que também irá ministrar um minicurso na universidade portuguesa.

 Ainda em Portugal, na cidade de Guimarães, Erica irá participar do Simpósio A Cidade antiga, atividades, sociabilidades e identidades, no qual irá apresentar um estudo sobre a concorrência política e cultural entre as cidades de Antioquia e Beirute, na Antiguidade Tardia. "Essa comunicação é parte de uma nova proposta de pesquisa específica, na qual busco compreender as disputas políticas entre vários grupos sociais da Antiguidade Tardia acerca da visão de sociedade que buscavam construir", salienta a professora.

Gestão de documentos

Discutir questões comuns aos países membros do Mercado Comum do Sul (Mercosul) nos estudos de gestão de documentos é o objetivo do Congresso de Arquivologia, realizado em Córdoba, na Argentina, que contará com a participação do professor André Malverdes, do Departamento de Arquivologia. Segundo o pesquisador, o evento este ano irá trabalhar com questões referentes ao tratamento arquivístico de fundos e coleções fotográficas, no que diz respeito às metodologias, políticas públicas, estudos de caso, classificação, tecnologias empregadas, entre outros. "A fotografia deixou de ser considerada apenas um instrumento ilustrativo das pesquisas para assumir a posição de documento, sendo fundamental na produção do conhecimento sobre determinados períodos da história", afirma Malverdes.

O pesquisador coordena na Ufes o Grupo de pesquisa Archivum: Sociedade, Informação e Cultura, que realiza estudos sobre as relações entre a informação e a sociedade, quanto aos aspectos sociais, educativos, científicos, além de fazer parte da Câmara Técnica de Documentos Audiovisuais, Iconográficos, sonoros e Musicais, do Conselho Nacional de Arquivos, órgão central do Sistema Nacional de Arquivos.

Outros pesquisadores

A Universidade foi representada, no final de setembro, no 30º Congresso Anual da European Society of Intensive Care Medicine, em Viena, na Áustria, pela professora Eliana Bernadete Caser, do Departamento de Clínica Médica; no III Congreso Internacional de Odontología, em Tacna, no Peru, pelo professor Roberto Carlos Bodart Brandão, do Departamento de Clínica Odontológica; e no European Society for Social Drug Research, em Lisboa, Portugal, pela professora Liana Abrão Romera, do Departamento de Ginástica, que, em seguida, participou também do evento Ocio Gune, em Bilbao, na Espanha.

O professor Willian Melo Poubel, do Departamento de Engenharia Rural, participa do 10º Congresso Mundial de Engenharia Química, que termina em 9 de outubro em Barcelona, na Espanha; Nessa mesma data se encerra o evento American Short Stories, em Mainz, na Alemanha, que conta com a participação da professora  Laura Ribeiro da Silveira, do Departamento de Línguas e Letras; E o professor Julio Fabris, do Departamento de Física, do campus de Goiabeiras, estará, até 17 de outubro, em Moscou, na Rússia, para participar do evento International Conference on Particle Physics and Astrophysics.

A professora do Departamento de Ciências Sociais Sonia de Matos representa a Ufes na 5ª Conferência sobre Etnia, Raça e povos indígenas, em Morélia, no México, realizada de 02 a 08 de outubro;  o professor Rodrigo Alvarenga Rosa, do Departamento de Engenharia de Produção, vai participar, de 11 a 13 de outubro, do International Conference on Computer & Industrial Engineering, em Lisboa, Portugal, apresentando o trabalhon "Planning trains’ routes with unloading facilities at a rail yard proposing a VNS heuristic approach".  

O II Congresso Internacional As Cidades na História, que será realizado de 14 a 23 de outubro, em Guimarães, Portugal, contará com a participação de dois pesquisadores da Universidade, os professores Gilvan Ventura da Silva e Belchior Monteiro Lima Neto, ambos do Departamento de História.

 

Texto: Nábila Corrêa
Edição: Thereza Marinho

 

 

Categoria: 
Destaque
60 anos da Ufes
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Reestruturação e Expansão das Universidades Federais
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.