Greve da PM do Espírito Santo inspira nova exposição coletiva da GAP

Os 23 dias de paralisação da Polícia Militar em fevereiro deste ano foram a inspiração para a exposição coletiva “Frágil – Pele Fina da Civilização”, que será aberta nesta quarta-feira, 19, às 19 horas, na Galeria de Arte e Pesquisa (GAP), localizada no campus de Goiabeiras.

Resultado de uma cooperação entre o professor do Departamento de Artes Visuais, Yfitah Peled, e a artista alemã da Alanus University, Bianka Mieskes, a exposição conta com trabalhos de estudantes e artistas da Alanus University, da Alemanha, da University College of Southeast  (HSN), da Noruega, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) e da Ufes.

Além das obras expostas na galeria, a comunidade acadêmica e os visitantes ainda poderão ver a intervenção artística realizada em uma das pedras localizadas entre o Restaurante Universitário e o Centro de Artes. A obra é da artista alemã Karin Humberg, que esculpiu na rocha formas geográficas de porta e janelas, com grades, remetendo à questão da insegurança.

Clique aqui e veja a entrevista que a TV Ufes fez com a artista.

Reflexão

A proposta do grupo é desenvolver um exercício experimental para refletir poeticamente sobre os acontecimentos recentes do Espírito Santo e a fragilidade da civilização em todo mundo.

A exposição é gratuita e ficará em cartaz até o dia 31de maio, de segunda a sexta-feira.

Texto: Isabella Altoé (estagiária de Comunicação)
Edição: Thereza Marinho

 

 

Categoria: 
Destaque
60 anos da Ufes
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Reestruturação e Expansão das Universidades Federais
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.