Começa o processo de revisão do PDI da Ufes. Participação é aberta a toda a sociedade

Uma grande oportunidade de repensar a Ufes e de posicioná-la estrategicamente, tendo como propósito reforçar sua capacidade de transformar e atuar de forma transformadora. Foi assim que o pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, Anilton Salles Garcia, definiu o processo de revisão do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) para o período 2020-2029, iniciado na manhã desta terça-feira, 27, em evento realizado no Cine Metrópolis, com transmissão via web e tradução em Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Ao abrir a solenidade - que contou com a presença do reitor Reinaldo Centoducatte (foto), de gestores, professores, servidores técnico-administrativos, estudantes e representantes da sociedade civil -, o pró-reitor destacou que o êxito da Ufes dependerá de sua capacidade de se adequar às necessidades atuais e de responder aos desafios que se apresentam.

“Convidamos toda a comunidade acadêmica e a sociedade capixaba a participar efetivamente da tarefa desafiadora de planejar o desenvolvimento da nossa instituição. O momento atual que vivemos está exigindo da Ufes e de todas as instituições federais de ensino superior no Brasil uma grande capacidade de se reinventar e de se readequar a uma condição de funcionamento jamais vivida na história da educação superior no Brasil. A nossa expectativa é que a construção coletiva do PDI possa nos apontar caminhos para enfrentar os desafios e que, daqui a dez anos, possamos comemorar que a Ufes passou por essa crise e saiu mais fortalecida, com mais qualidade, com mais competência e contribuindo ainda mais para a sociedade”.

O reitor Reinaldo Centoducatte destacou o panorama atual que atinge todo o sistema federal de ensino superior, com os ataques às instituições e o bloqueio orçamentário imposto pelo Ministério da Educação. Ele apontou as medidas já adotadas pela gestão para reduzir as despesas para a manutenção da instituição e afirmou que a Universidade vai resistir.

“A Ufes teve um corte em que foi subtraído mais de 38% do seu orçamento, afetando sobremaneira as despesas destinadas ao custeio. Mas, nós vamos persistir, resistir, trabalhar e dedicar toda a nossa energia, capacidade e inteligência para mostrar a importância e fazer com que, no futuro, as gerações se orgulhem e reconheçam aquilo que a nossa geração tem feito pela Universidade Federal do Espírito Santo e pela educação do nosso país. Espero a participação de todos na construção deste PDI, que será fundamental como mais uma colaboração que pretendemos dar à futura gestão que assumirá nossa Universidade a partir de 2020”, destacou.

Etapas

O PDI é um documento oficial e formal exigido pelo Ministério da Educação (MEC), que reúne um conjunto de propósitos a serem cumpridos para que a instituição evolua do estado atual para um estado desejado, promovendo melhorias em todos os setores. Além de trazer informações gerais sobre a universidade, o documento apresenta objetivos estratégicos, metas a serem realizadas e indicadores para sua mensuração.

O presidente da Comissão Executiva para Revisão do PDI da Ufes, Pedro Paulo da Cunha, explicou que o processo de revisão do PDI envolve as seguintes etapas: organização, preparação, elaboração e finalização. A partir de agora, terá início a etapa de discussão dos eixos temáticos pelas comissões específicas; de reuniões presenciais com as unidades acadêmicas e com a sociedade organizada; e de consulta pública à comunidade universitária, aos egressos e à sociedade, por meio do sistema de enquetes da Ufes.

Convidados

Para falar sobre a importância do PDI e da participação de toda a comunidade no processo de revisão do documento, foram convidados o pró-reitor de Planejamento Frank Casado e o coordenador de Planejamento e Avaliação Fernando Barbosa, ambos da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

“O momento agora é de unidade, de construir não só o futuro da Universidade Federal do Espírito Santo, mas da educação no Brasil”, destacou Casado.

Já o coordenador de Planejamento e Avaliação Fernando Barbosa fez uma apresentação de como se deu o processo de revisão do PDI na UFSM e estimulou a participação de todos no processo: “As reuniões são momentos muito ricos, de muito aprendizado. São oportunidades de conhecermos opiniões diferentes, e pessoas de diferentes setores”.

Ele finalizou afirmando que o PDI visa preparar a universidade para o futuro. “Nós temos história para trás e estamos construindo história para frente. Temos que respeitar a nossa história, respeitando aquilo que temos e colocando a universidade num patamar adequado para o cenário que estamos vivendo no momento”, destacou.

 

Texto e foto: Thereza Marinho

 

Categoria: 
Destaque
Evento
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.