Laço azul símbolo da campanha para a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata

Cine Metrópolis: "Os Incontestáveis" e "Hilda Hilst pede contato" estreiam na programação da semana

O Cine Metrópolis coloca em cartaz, a partir dessa quinta-feira, 30, os filmes nacionais Os Incontestáveis (foto) e Hilda Hilst pede contato. No fim de semana, o cinema exibe a 5ª Mo(n)stra de Cinema LGBTT e Negritude Bixaria!, com entrada gratuita. Os ingressos para os filmes podem ser adquiridos na bilheteria do cinema por R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).

Confira a programação:

Os Incontestáveis

O filme capixaba Os Incontestáveis (foto), primeiro longa do diretor e roteirista Alexandre Serafini, conta a saga de dois irmãos que rodam pelas estradas do Espírito Santo em busca de um Maverick 1977, herança do pai que os abandonou na infância. No elenco, os músicos Fábio Mozine, da banda Mukeka di Rato; Wil Just, da banda, The Muddy Brothers; além dos renomados atores Tonico Pereira, Fernando Teixeira e Markus Konká.

Na obra, Mozine e Just, em sua primeira experiência no cinema, interpretam os protagonistas Bel e Mau, que cruzam o estado a bordo de um Opala 1973, comprado especialmente para as filmagens. A ideia de convidar os “atores” partiu do diretor, que pretendia homenagear o filme Corrida sem Fim, no qual os músicos James Taylor e Dennis Wilson fazem os personagens principais. Fábio e Wil ainda são os compositores da trilha sonora do longa.

Durante as filmagens, o elenco percorreu locais como o litoral de Aracruz, Colatina, Pancas e Barra de São Francisco. O filme ainda apresenta registros das montanhas de Ecoporanga e da fronteira com Minas Gerais.

Os Incontestáveis foi premiado como Melhor Longa-Metragem Latino Americano em 2017 no Festival de Cine de La Serena, no Chile.

Hilda Hilst pede contato

Documentário biográfico com nuances de realismo fantástico, este filme retrata a trajetória e a personalidade da escritora, poeta e dramaturga Hilda Hilst que, na década de 1970, viveu um intenso período de busca por contato com espíritos na Casa do Sol, famosa chácara em Campinas onde morou até 2004, ano de sua morte.

Com direção de Gabriela Greeb, o longa se utiliza de arquivos pessoais inéditos de som e imagem, depoimentos, encontros e intervenções para revelar a memória da autora. A voz de Hilda em gravações realizadas entre 1974 e 1979 em busca de contato com o além é o fio condutor do filme, que acaba por se oferecer como um canal de comunicação, tão almejado pela escritora: “Vocês Mortos, vivem?”.

Mostra Bixaria! 5ª Mo(n)stra de Cinema LGBTT e Negritude

Promovido pelo Cineclube Diversidade, a 5ª Mo(n)stra de Cinema LGBTT e Negritude, intitulada Bixaria!, vai exibir filmes nacionais e internacionais que abordam questões raciais e a temática ligada a lésbicas, bissexuais, gays, transexuais e travestis (LGBTT). Foram selecionadas obras que contêm conteúdos relacionados à sobrevivência de sujeitos subalternizados; promoção de saúde e prazeres; e produções de masculinidades e feminilidades que friccionem fronteiras identitárias. A entrada é franca.

Dentre os filmes exibidos, estão Maria, de Elen Linth e Riane Nascimento (Manaus, AM); Bicha Preta, de Thiago Rocha (Barra Mansa, RJ); Nós, de Gustavo Guilherme e Lorhana Vitor (Vitória, ES); Desculonización, de Bruna Kury (Cidade do México, MX); LGBT de periferia: resistência, luta e empoderamento, de Aleone Higido (Mariana, MG); Transvivo, de Tati Franklin (Vitória, ES); STA!, de Pêdra Costa (Viena, Áustria); Além de preto, viado, de Lucas Porfírio (São João del-Rei, MG); Estranhos anais, de Jorge Tran e Roger Ghil (Vitória, ES); Manifiesto por la fragilidade negra, de Anderson Feliciano e Erchxs Piña (Buenos Aires, AR); e Negrum, de Diego Paulino (São Paulo, SP).

O Cineclube Diversidade foi criado em 2013 e já realizou cerca de 20 sessões, com exibições de curtas, médias e longas abordando temáticas de gênero.

Serviço:

Os Incontestáveis (Brasil, 2017, cor, 83’, 14 anos)

Quinta-feira (30), às 17h50
Domingo (02), às 17h50
Segunda-feira (03), às 18h20
Terça-feira (04), às 18h20
Quarta-feira (05), às 18h20

 

Hilda Hilst pede contato (Brasil, 2018, cor, 73’, 12 anos)

Domingo (02), às 16h20 e 19h30
Segunda-feira (03), às 14h40 e 20h
Terça-feira (04), às 16h e 20h
Quarta-feira (05), às 16h e 20h

 

Mostra Bixaria! 5ª Mo(n)stra de Cinema LGBTT e Negritude

Sexta-feira (31), às 18h
Sabado (01), às 18h

 

Texto: Adriana Damasceno
Edição: Thereza Marinho

 

Categoria: 
Evento
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.