Campanha da Voz movimenta Hucam

por Jorge Medina

O curso de Fonoaudiologia da Ufes e o Núcleo de Voz do Espírito Santo (VozES) promovem a partir do dia 15 de abril a Campanha da Voz 2013. A iniciativa será realizada no Hospital Universitário e integra a programação do Dia Mundial da Voz, celebrado em 16 de abril.

Com o slogan “Seja amigo da voz”, a campanha tem o objetivo de promover a conscientizaçao da população capixaba sobre a importância da voz humana em todas as fases da vida e oferecer diagnóstico precoce de doenças, como o câncer de laringe.

A campanha terá início com a distribuição de squeezes e orientações sobre o bem estar vocal entre os professores. Nos dias 15 e 16, das 9 às 17 horas, haverá a apresentação de peças teatrais e contação de histórias sobre a voz nos ambulatórios do Hucam. Os alunos de Fonoaudiologia também farão triagens vocais da população e de servidores da Ufes, com encaminhamento (quando necessário) para a avaliação de profissionais do Hospital.

No dia 16, na área verde em frente ao Hucam, a programação contará com a montagem da maquete de uma laringe gigante, distribuição de maçãs e água, teatro para as crianças, atividades com gás hélio e uma ação dirigida aos fumantes, realizada em parceria com o Centro de Estudos de Álcool e outras Drogas da Ufes.

O encerramento da campanha será às 19 horas, no auditório Manoel Vereza, no Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas (CCJE), em Goiabeiras, com a apresentação do Coral da Ufes.

Avaliação

Os pacientes avaliados durante a campanha e que necessitarem de mais cuidados realizarão no dia 17, das 8 às 12 horas, uma avaliação otorrinolaringológica (ouvido, nariz, faringe e laringe) no ambulatório 4 do Hucam.

A Campanha da Voz é realizada sob a coordenação da professora Carolina Fiorin Anhoque, que é coordenadora do VozES e chefe do Departamento de Fonoaudiologia da Ufes.

Estima -se que 15 milhões de brasileiros tenham alguma dificuldade na voz que atrapalhar a comunicação pessoal e profissional, como voz rouca, esforço e/ou cansaço ao falar. A ocorrência desses problemas é maior em profissionais que utilizam a voz como instrumento de trabalho, como professores, atores e cantores, além dos operadores de telesserviços.

 

 

Categoria: 
Destaque
Evento
60 anos da Ufes
Acesso à informação
Transparência Pública
Dados abertos
Reestruturação e Expansão das Universidades Federais
Prestação de contas

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910 | © Universidade Federal do Espírito Santo 2013. Todos os direitos reservados.